Carnaval Dell’Arte, por Nathália Sena

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Nathália Sena é formada em Design pela UFPE, bailarina amadora desde dos cinco anos de idade, filha de Isabel Melo Coreógrafa Profissional a mais de 30 anos. Atualmente trabalha com Produção, Construção e Montagens de grandes espetáculos de Teatro e Dança para escolas particulares em Recife, através da "Senario Produtivo".

Nathália Sena é formada em Design pela UFPE, foi bailarina durante 14 anos, e hoje trabalha na “Senario Produtivo”, com produção e montagens de grandes espetáculos de Teatro e Dança para escolas particulares em Recife, junto com sua mãe, Isabel Melo, coreógrafa profissional há mais de 30 anos.

Carnaval Dell’Arte

Por Nathália Sena

Na última quinta-feira (14),  tive a oportunidade de assistir o espetáculo “Carnaval Dell’Arte”, apresentado pela CIA Pernambucana de Ballet. Um espetáculo que  propõe  através da dança, contar a antiga e clássica história do carnaval de Veneza, desembarcando na irreverência do carnaval de Pernambuco.

A peça mostra um pouco da história de amor no carnaval  Veneziano, com os personagens da Comédia Dell’Art,  Arlequim, Pierrot e Colombina. O Arlequim conquista e coração da Colombina, eles se casam e viajam de lua de mel para o o carnaval de Pernambuco, onde são contagiados pelo frevo, maracaru e bonecos gigantes de Olinda.
A produção visual estava muito bem elaborada. O cenário com painéis pintados a mão, mostrava fachadas de construções antigas. Os figurinos muito ricos em detalhes e brilhos, estavam impecáveis.

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Entre saltos e piruetas, o  ballet clássico é o grande astro da noite . Alguns números mostraram um pouco de ballet moderno e até contemporâneo, mas em sua maioria o estilo Clássico foi o mais utilizado, com toda sua técnica e elegância. Acredito que a intenção do espetáculo tenha sido exaltar esse estilo da dança, que sobrevive em meio a um cenário influenciado pela modernidade, e que vem trazendo novos olhares, novas formas e possibilidades de se expressar com o corpo.
Sem dúvida um dos pontos altos do espetáculo é a técnica e habilidade do elenco de bailarinos principais, que nos apresentaram movimentos de extrema dificuldade com toda elegância e beleza da dança. As coreografias muito bem ensaiadas e sincronizadas, em alguns momentos se tornaram um pouco longas em relação a outras, deixando pouco tempo para outros temas serem mais trabalhados.

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Nas últimas coreografias do espetáculo, é apresentado um pouco da influência moderna, com a chegada dos personagens a Pernambuco, finalizando com uma grande troça carnavalesca . Acredito que a cultura pernambucana é muito rica e poderia ter sido melhor apresentada durante o espetáculo, até mesmo através do ballet clássico, tendo em vista que foi mostrado apenas em três coreografias em um total de dezesseis.
Contudo, o espetáculo valoriza a dança, apresentando um pouco de cultura e arte para o público de várias idades e classes do Recife. Espero que sirva de influencia para que novos espetáculos sujam, e para que a arte do Teatro e da Dança sejam mais valorizados em nosso Estado.

Foto Divulgaçã

Foto Divulgação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s